Cultura & Turismo

Explore o novo CCPCM

O mesmo centro cultural, com uma nova proposta

Para os exploradores mais antigos, o CCPCM não é novidade aqui no nosso site. Um tempinho atrás nós desvendamos os segredos desse espaço maravilhoso que fica no Campo de São Bento, em Icaraí.

CCPCM foi inaugurado no dia 13 de março de 1975 e quem assinou o projeto foi o arquiteto Luiz Henrique Bessil Monassa.

Engana-se quem pensa que o CCPCM é só um cubo de vidro. Além da Galeria Quirino Campofiorito (a de vidro) e da Varanda, onde acontecem diversas apresentações de música e artes cênicas (crianças dos anos 90 viram Bia Bedran incontáveis vezes ali), o Centro Cultural conta com um segundo andar (na parte que não é de vidro), composto pela Sala Hilda Campofiorito – onde acontecem exposições, palestras e exibição de filmes – e também Terraço.

Paschoal Carlos Magno, ilustre figura que dá nome ao Centro Cultural foi um diplomata carioca apaixonado pelas Artes, especialmente Teatro e Literatura, tendo recebido até prêmios na Academia Brasileira de Letras, por seu livro “Drama da alma e do sangue” e por “Pierrot”, sua peça de teatro. Paschoal Carlos Magno também está na História como fundador da Casa do Estudante do Brasil e do Teatro do Estudante do Brasil. Foi um entusiasta e defensor das Artes no país. Quer saber mais sobre ele? Clica aqui.

O Centro Cultural Paschoal Carlos Magno é um cantinho já bem tradicional da cidade, com seus 42 anos de existência – e resistência. Durante muito tempo, o espaço foi visto como intocado, mas hoje ele é mais do que ocupado pela galera da cidade.

Hip Hop

O CCPCM virou um centro de referência da Cultura Hip Hop na cidade, abrigando todas as manifestações intrínsecas ao movimento, desde o grafite – que hoje pode ser visto até nas paredes da construção – até mesmo batalhas de MCs e b-boys.

O CCPCM é um espaço pronto pra revolucionar a maneira como a galera do grafite se relaciona com a cidade e vice versa. As obras desses artistas, que antes só eram vistas do lado de fora da galeria, hoje ocupam os dois andares e chegam até ao terraço, proporcionando visibilidade a artistas tão talentosos e criativos. Hoje, até os monitores da galeria são vindos do universo Hip Hop e falam com propriedade das obras expostas.

Gregory Combat, diretor do CCPCM

Se você acha que já viu o Greg em outro post, é isso mesmo. Ele também é o vocalista da banda Overdrive Saravá e deu uma entrevista maneiríssima pra nossa equipe (clica aqui pra ver ou aqui pra ler)

A intenção da gestão atual do CCPCM é aproximar o espaço dos artistas independentes da cidade. Mesmo aqueles artistas que nunca expuseram suas obras têm total abertura pra propor instalações e intervenções. Por enquanto, não há previsão de edital para novos artistas, mas  basta entrar em contato por email niteroiccpcm@gmail.com pra saber como anda a disponibilidade do local. Mesmo artistas e produtores que fujam do movimento plástico têm espaço. É um desejo do Greg que haja participação de diversas linguagens artísticas na galeria, das mais variadas expressões. Vale tudo mesmo: dança, teatro, performance, música, pintura, escultura, poesia… tudo o que se possa imaginar.

Diálogo e parcerias

Hoje, muitos jovens ocupam a varanda da galeria, mas nunca entraram. A proposta é justamente mostrar a esse público que o espaço também é dele, é de todos nós. Todas as pessoas que passam pelo Campo de São Bento e veem a galeria são convidadas a entrar e conhecer os novos artistas com exposição em cartaz e também a própria galeria, além é claro do nosso xodózinho: o terraço.

vista do terraço

Gregory está cheio de ideias pra revitalizar o espaço e trazer mais pessoas circulando do lado de dentro da galeria. Não vamos contar todas, pra não dar spoiler, mas uma coisa muito legal que já tá rolando é uma parceria com a Biblioteca Estadual Anísio Teixeira, que fica no lado oposto do Campo de São Bento mas também atrai muitos interessados. Já rolou até um piquenique das crianças que frequentam a Biblioteca na varanda do Centro Cultural. Muito amor né?

Biblioteca Anísio Teixeira – foto de Amara Mourige, do blog Olhar Simples (acesse aqui: https://olharsimplesmente.blogspot.com.br/2015/03/vamos-viajar-com-chica.html)

O contato com o público também vem através das plataformas digitais. A nova gestão das mídias do CCPCM ta de parabéns e a gente recomenda muitíssimo que vocês sigam o Facebook e o Instagram do Centro Cultural pra ficar por dentro de todas as novidades. Tá lindo de ver ♥

Arquitetura e resignificação

A arquitetura do Centro Cultural é riquíssima e, mais do que tudo, parte integrante da galeria como obra de arte. Tudo o que acontece no entorno, das paredes às varandas, faz parte do que é o CCPCM. A fachada agora é também um espaço expositivo e será frequentemente pintada, sempre por artistas da cidade. Isso torna o espaço vivo e atrai novos visitantes. Vai dizer que você não ia querer colecionar selfies a cada novo grafite no muro ou então conhecer os traços de cada artista que deixar sua marca por lá? A gente adoraria!

Esse espaço é de todos nós, devemos e precisamos ocupar, pertencer e participar de cada coisa que acontece lá dentro (e fora e no terraço e nas varandas).  Não deixe de conhecer e vivenciar essa galeria maravilhosa. Fica aqui o nosso convite: Explore Niterói!

Serviço:
Centro Cultural Paschoal Carlos Magno
Rua Lopes Trovão s/n, Campo de São Bento – Icaraí
(21) 2610-5748
niteroiccpcm@gmail.com
Funcionamento:
Segunda a Sexta, das 10h às 17h
Sábados, domingos e feriados das 10h às 15h

Author: Explore Niterói

Explore Niterói é um guia turístico diferente. Feito por quem ama e vive na cidade de Niterói, explora todos os cantinhos da Cidade Sorriso com amor. Vem com a gente! #exploreniteroi contato@exploreniteroi.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *