Agenda Cultural, Nós vimos

Nós vimos: A Família Addams

No último sábado (27/05) estreou A Família Addams no Teatro Popular Oscar Niemeyer e é claro que nós fomos curtir mais esse espetáculo maravilhoso da Cia Jukah de Teatro aqui em Niterói. A Companhia, que já é conhecida pelos infantis e musicais, dessa vez apresenta uma proposta um pouco mais adulta, mas sem deixar de lado a alegria e as músicas que sempre cativaram todas as idades.

Foto: Ricardo Lima

Conversei com o diretor do espetáculo, Diego Ramos. Pela primeira vez em 10 anos de Jukah dirigindo a peça sem estar no palco, ele nos contou que:

Diego: Nessa peça pesamos um pouco mais na interpretação, até porque o peso desse espetáculo é um pouco maior. A iluminação está mais densa, o cenário mais sombrio, as maquiagens são um pouco mais pesadas. Mesmo com isso, a história dialoga muito com o que a gente sempre apresentou, falando sobre família, pessoas pobres, o que já vínhamos fazendo nos espetáculos infantis.

Perguntei para Diego também o porquê da escolha dessa história em especial nesse momento, já que ele me contou que já estavam com o texto dentro do grupo a algum tempo.

Diego: O principal motivo de termos escolhido Addams é falar do que é normal. Essa definição de normalidade no mundo político que estamos vivendo, de roubo, de homossexualidade, enfim, de várias questões. Veio muito a calhar também pois nele (o espetáculo) estamos falando de família, de amor, inclusive amores impossíveis. Mas o mais importante é a definição de normal que há no espetáculo inteiro. O julgamento que a gente faz das pessoas, que é muito pesado. Na peça temos uma família “normal” julgando o tempo todo, botando um peso em uma família (Addams) que vive em consonância. Tem uma citação do espetáculo que é muito gostosa para a gente que é “o que é normal para a aranha é uma calamidade para a mosca”.

Foto: Ricardo Lima

Quem já conhece um pouco da Família Addams da TV ou cinema, sabe como é engraçado e bonito esse jogo de palavras e de ações contraditórias que fazem. A Jukah conseguiu fazer isso muito bem, falaram de assuntos sérios, profundos, mas sem perder o tom cômico que a história e a companhia tem. Vale muito a pena ir se divertir com amigos e familiares no último fim de semana do espetáculo.

SERVIÇO:
Dias: 03 e 04 de junho
Horário: 20 horas
Local: Teatro Popular Oscar Niemeyer

MÃO AMIGA: Levando 1kg de alimento não perecível, aqueles que não tem o benefício da meia entrada, ganham 50% de desconto no valor do ingresso.

Ingressos:
– R$30 (inteira)
– R$15 (meia)
– R$15 (Mão amiga)

Dica: Tudo Bem Quando Termina Bem

A Jukah não para e aproveitamos para também divulgar a nova peça que estreia ainda nesse sábado (3). Tudo Bem Quando Termina Bem é uma comédia Shakespeariana escrita no final do século XVI, mas muito à frente de seu tempo. Trata de amor próprio, decisão, sonhos, com um mix de conto de fadas e realismo. A Jukah traz uma adaptação moderna e pra lá de especial para nós. Sem falar que se você resolver fazer uma “dobradinha Jukah”, levando o canhoto de Shakespeare, paga meia (R$15,00) em A Família Addams. Não vai perder essa chance única não é mesmo?

SERVIÇO:
Dias: 03, 04, 10, 17 e 18 de junho
Horário: 11 horas
Local: Teatro Popular Oscar Niemeyer

Ingressos:
– R$20 (inteira)
– R$10 (meia)
– R$10 (Lista Amiga / Doação de 1kg de alimento não perecível)

Author: Mateus Pereira

Prestes a finalizar o curso de Estudos de Mídia na UFF, "Eclético" deveria ser o nome do meio de Mateus. É ator por amor à arte, escuta música em qualquer momento e sabe as regras até de futebol de botão. Se pudesse, iria a todos os eventos pela cidade, afinal, pra que sair de Niterói se já tem tanta coisa boa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *