Entretenimento

Viva Zumbi!

Saiba como foi o evento que celebra a Consciência Negra em Niterói

Foto: Danylle Azevedo

* Por Danylle Azevedo

O último domingo, 20 de novembro, foi dia de celebrar a consciência negra. E eu, que sou do interior da Bahia, onde estranhamente essa data não é comemorada com um feriado estadual como aqui no Rio, nunca tive muitas oportunidades de participar da celebração.

Esse ano houve a 8ª edição do evento Viva Zumbi que já acontece desde 2009 e que reúne a comunidade negra, e outros grupos também, para celebrar o orgulho e a resistência do povo negro no Brasil.

A Praça da Cantareira teve um dia inteiro de programações referentes ao evento, mas eu só cheguei lá às 20h00, então não pude ver o jongo, a roda de samba e outras tantas atividades que aconteciam desde às 11h00.

viva-zumbi-explore-niteroi-2-2

Ao chegar à praça, me deparei com uma feira de artesanatos onde cores, sons e aromas dominavam o espaço. Muitos acessórios, quadros, esculturas, comidas – o cheiro de dendê inebriava o final da feira – e uma leve sensação de que ali eu estava entre os meus. Próximo ao acarajé havia uma roda de samba pequena, mas com uma energia fora de sério.

A cada passo, eu me sentia mais envolvida pela cultura negra e por um sentimento de pertença, de orgulho, de estar sendo representada e de ver a cultura negra sendo admirada através de todas as formas ali presentes.

Depois de fazer minhas compras, fui caminhando em direção ao palco e fiquei encantada ao ver a exposição de fotografias de mulheres negras e suas histórias sendo apresentadas a todos. E a cada passo, era possível perceber a força da resistência negra em todos os lados, através dos homens e das mulheres que ali estavam;de seus cabelos maravilhosamente naturais (ou não), com turbantes e outros acessórios que traziam com muita beleza e empoderamento a herança africana que existe aqui no Brasil e que vem aos poucos ganhando força, mas que ainda é tão pequena quando se pensa em representatividade. Era de fato um desfile de beldades, pessoas jovens e com mais idade, com uma alegria de ter ali um espaço de comunhão e orgulho de ser quem se é.

Mariene de Castro | Foto: Danylle Azevedo
Mariene de Castro | Foto: Danylle Azevedo

Para os amantes de samba, o show da Mariene de Castro foi um presente. A cantora baiana trouxe um repertório que fez o sentimento de negritude e força crescer ainda mais entre aqueles que estavam confraternizando naquele momento, negros e brancos, através de sua música.

E para finalizar a noite, o baile charme com o grupo Black Bom trouxe uma excelente energia para a praça. Mães e filhas, amigos, casais; todos estavam envolvidos por aquele estilo de dança tipicamente negro.

viva-zumbi-explore-niteroi-4-2

Foi uma noite de muita representatividade, orgulho e alegria. Bom seria se a cultura negra fosse valorizada e enaltecida todos os dias por todos como aconteceu no último domingo. Mas mesmo que isso ainda não aconteça, é sempre muito gratificante perceber esse grande sentimento de resistência e empoderamento que há na comunidade negra, e saber que isso tem crescido cada vez mais.


Danylle Azevedo é uma baiana retada, professora e tradutora de inglês, sócia da Fit Family por paixão a hábitos saudáveis e pelas suas irmãs. Dona de um sorriso fácil, largo e marcante, pousou na Cidade Sorriso por pura identificação.

One Commnet on “Viva Zumbi!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *